A sua companhia me faz mal

Limite o tempo que você gasta com as pessoas que não fazem você se sentir bem

À medida que crescemos, nossos relacionamentos com outras pessoas também mudam. Às vezes os relacionamentos crescem com a gente, às vezes eles não. Às vezes passamos tempo com as pessoas e não gostamos muito, não parece uma escolha, mas uma obrigação. Às vezes, não sabemos como dizer”não” e, assim, nos inclinamos para nos ajustarmos as necessidades dos outros. Tente priorizar o tempo gasto com aqueles com quem você gosta de passar tempo. Aqueles que você absolutamente escolheria ver, estar, conversar e festejar. Pratique dizendo “não” também. Não é fácil, mas fica mais fácil com o tempo.

Nosso pensamento sobre a mensagem:

Essa mensagem de reflexão sobre relacionamentos, mostra o quanto é difícil dizer não para as pessoas. E mostra também o quanto é necessário se impor e fazer somente o que quer. Pois ter companhias que te fazem mal, é uma das piores coisas que podem acontecer. Isso porque você vai se tornar uma pessoa triste e desmotivada. Portanto, escolha só o que te faz bem.

Aprenda a fazer falta. Mensagem:Por muitas vezes, nós nos preocupamos demais, com pessoas que parecem não sentir com a mesma intensidade que a gente.Sabe quando você sempre envia mensagens, propõe encontros, e nunca tem um retorno positivo da pessoa?! É só você que vai atrás, é só você que quer estar junto, é só você que se coloca a disposição.Mas em contrapartida, no máximo, a pessoa te dá atenção quando ela está com tempo livre, sem nada mais interessante para fazer.Agora se pergunte: Vale a pena?Colocar tanta energia em uma relação, e receber apenas migalhas em troca, está compensando?Se formos parar para refletir e analisar o tipo de relação que temos, com as pessoas que conhecemos, nós vamos ver que existe muito mais "pouco caso" e "tanto faz" do que imaginávamos. A indiferença é algo que machuca profundamente, e talvez seja por isso, que por um instinto de auto-proteção, procuramos nem pensar muito sobre o assunto.Mas ainda que se evite a dor maior, de chegar à conclusão de que aquela pessoa tão querida, é na verdade, totalmente indiferente à você... Acredite, é melhor deixar doer agora, do que passar uma vida inteira vivendo em uma relação vazia e pobre de amor.Já tentou não se fazer presente? Se ainda não, então comece! E tenha a certeza que depois que começar, você vai sentir o doce gosto do amor-próprio, e nunca mais vai querer parar.E quem disse que relações vazias, são apenas as relações amorosas? Não mesmo. A indiferença não ocorre somente por parte de um marido, esposa, namorado ou namorada.Alguns amigos, colegas de trabalho e familiares, também são responsáveis por causar feridas profundas.Porque pior do que ir embora, é ficar e deixar acreditar. Deixar acreditar que existe amor, companheirismo, lealdade, amizade e afeto.Deixar acreditar que se importa.Mas se realmente se importasse, não demonstraria tanta indiferença, através das palavras e das atitudes.Por isso, é hora de não estar presente. É hora de não mandar aquela mensagem carinhosa. É hora de deixar a outra pessoa sentir falta, já que ela não te dá o merecido valor.Deixe que percebam a sua ausência. Aprenda a fazer falta Essa mensagem é para que você aprenda a fazer falta! 
Você sabe como se vive cultivando amor próprio?Tudo o que é preciso, é se amar em primeiro lugar. Amar o seu jeito de ser, a forma como você fala, como você sorri. É preciso amar o seu rosto. Até mesmo quando a sua expressão é de raiva ou de cansaço. É preciso enxergar a sua beleza. É preciso não ter vergonha das suas cicatrizes, das suas estrias ou das celulites. Ainda que elas sejam numerosas.Pode ter certeza que enquanto você se esforça, para tentar esconder o seu corpo na praia ou piscina, Tem alguém te olhando com olhos de desejo, E outros com olhos de "como eu queria ter esse corpo". O que para você é ruim, é detestável e vergonhoso. Para muitos que te vêem, é admirável. Ou pelo é considerado "melhor" do que o deles.É preciso saber quem você é de verdade. Olhe para você agora. Veja a cor e a textura da sua pele. Veja o formato das suas unhas, Os pêlos do seu corpo.Olhe para as suas mãos, Para os poros do seu rosto, Para os seus pés. Olhe tudo. Cada pedaço de você. Se reconheça e se perceba.Agora sorria, mas dê um sorriso largo. Olhe como os seus dentes, as suas bochechas e o seu nariz ficam. Se aprecie nos mínimos detalhes. E perceba de uma vez por todas, O que sempre teimamos em deixar pra lá:Não existe ninguém igual a você!E não é "papo filosófico" não. Ninguém tem os seus olhos, A sua expressão, a sua gargalhada, As suas pernas, a sua boca.Olha que incrível! Sendo assim, você não precisa concorrer com ninguém. Você não precisa olhar para outra pessoa e pensar: "preciso que o meu cabelo seja assim" "tenho que ter essa barriga" "quero um bumbum igual a esse".Simplesmente porque isso nunca vai acontecer. Doeu saber disso? Então deixa doer um pouquinho, mas logo respire fundo e continue com a reflexão e descoberta.Sim, você nunca vai ter "algo" igual ao de outra pessoa. Então troque tantos pensamentos infundados e frustrantes, por: "quero que o meu cabelo fique mais hidratado" "quero endurecer mais o meu bumbum" "quero conseguir um emprego melhor, do que eu tenho hoje" "quero superar as notas das últimas provas que eu fiz.E por aí vai. Pense pela sua cabeça, viva a sua vida, supere os seus limites, Seja melhor do que você foi ontem. Não se permita viver a inutilidade de uma vida, que não é sua e nunca vai ser.Viva apenas os seus sonhos, E trave uma competição com você mesmo. Você verá que a cada dia, Se tornará uma pessoa cada vez mais incrível e feliz, Ao descobrir que a magia está em viver cultivando amor próprio. Viva cultivando amor próprio!
Texto copiado! Agora você pode colar onde quiser.