Os pensamentos vem até nós

Os pensamentos vem até nós
Os pensamentos vem até nós, mesmo que a gente não queira, mesmo que a gente tente fugir deles.

 

Nosso pensamento sobre a mensagem:

Nós podemos evitar muitas coisas na vida, mas os pensamentos não podem ser evitados. Podemos até tentar controlar eles, mas fazer com que eles não venham até nós, é algo impossível. Pensamos durante o dia inteiro, e esses pensamentos podem nos alegrar ou não. Tudo depende da forma como vamos lidar com eles.

Não lute contra isso, apenas aceite que ninguém se importa.Não é vitimismo ou drama, é apenas o fato da vida.Se um amigo te conta algo triste que está ocorrendo na vida dele, você mostra todo seu carinho e preocupação. Você diz: Conte comigo! Se precisar, estou aqui para o que der e vier! Sinto muito! Nossa, estou muito triste por você!E depois que essas palavras são ditas ou escritas, o que acontece? Nada, absolutamente nada. Pois a dor do seu amigo é apenas dele. Então, poucos instantes depois, você simplesmente segue a sua vida, dá risadas de algum meme da moda, e por aí vai.Isso não significa que você seja uma pessoa ruim, mas significa que quando for ao contrário, quando você estiver passando por um momento ruim, que você precisa ter a perfeita noção de que ninguém se importa.Nem seu amigo e talvez nem mesmo a sua família.Todos nós já temos as nossas próprias dores, então carregar a dor dos outros é um fardo pesado demais para aguentar.É triste quando desenvolvemos essa consciência de que realmente ninguém se importa. Pois nos sentimos sozinhos na caminhada da vida. E quer saber, acho que realmente estamos sozinhos.Ninguém se importa e nunca vai se importar. Não se deixe enganar por um "eu sinto muito" porque na realidade, a pessoa não está sentindo nada.E sobre desabafar com um amigo ou um familiar mais próximo, pode ser mais complexo do que se imagina. Porque o que você está sentindo, o quanto você está sofrendo, não importa e nunca vai importar.São as nossas dores e de mais ninguém, e se não é deles, porque se importariam?Ninguém se importa e sempre vai ser assim!
Eu pensei em escrever para ver se essa dor que sinto, se dissolvia. Mas agora que comecei à teclar, percebo que a cada nova letra teclada, mais essa dor me envolve.É uma angústia inexplicável, uma sensação de que mesmo eu estando viva, eu não me sinto, eu não me percebo. É como se eu apenas existisse, mas não vivesse de fato.Hoje eu, mais uma vez, estava olhando as redes sociais das outras pessoas. Pessoas que eu conheci, que já convivi e umas que nunca vi. Tantas vidas perfeitas, cabelos hidratados, corpos esculpidos, sorrisos largos, viagens incríveis, relacionamentos que fazem inveja até para os melhores filmes românticos... É tanta perfeição, que me faz não ter mais ânimo para olhar no espelho.E quando olho, não reconheço o que vejo. Afinal, quem é essa pessoa refletida no espelho? Meus cabelos bangunçados que nunca são penteados, a roupa velha e larga, as unhas por fazer e um semblante cansado e desesperançoso.Até quando sentirei essa dor? Clamo à Deus por ajuda, mas é como se eu sentisse que nunca mais vou conseguir me encontrar. Me sinto fraca, sem forças, feia, sem luz e uma ingrata.Ingrata porque vejo todas aquelas frases "prontas" dizendo que devemos ser gratos por estar vivos, que devemos correr atrás dos nossos sonhos, que devemos ser melhores... mais ricos, mais bonitos, mais saudáveis, mais felizes!Então me pergunto se eu sou a única pessoa nesse mundo, que está sentindo isso. E muitas vezes, acho que sou sim. É como se ninguém pudesse entender o que se passa em meu coração e na minha cabeça.E mesmo com toda a dor que sinto em minha alma, eu peço perdão à Deus. Perdão por ter me tornado uma pessoa derrotada, infeliz, ingrata e fraca.
Texto copiado! Agora você pode colar onde quiser.